HOME » NOTÍCIAS « VOLTAR
16/08/2020

No limite | Superado pelo Murici, ASA perde a chance nos pênaltis de uma vaga na Copa do Brasil

 


A decisão da vaga na Copa do Brasil saiu nos pênaltis e o ASA foi superado pelo Murici por 4 a 2, no Estádio Rei Pelé, em Maceió.


 


A última e decisiva partida terminou no segundo tempo, sem acréscimos, em 0 a 0.


 


Nos pênaltis, o atacante Leandro Cearense marcou o primeiro gol do ASA. O próprio goleiro Deola, bateu o segundo e lançou a bola para a rede do goleiro Alexandre.


 


Já o meia Maranhão e o lateral direito Wander não conseguiram emplacar a bola na rede do Murici.



 


Com este resultado, o ASA desperdiça a vaga na Copa do Brasil e termina sua jornada em quarto lugar no Campeonato Alagoano 2020.


 


O técnico Léo Goiano recebeu cartão vermelho em um lance polêmico, no segundo tempo, em que ele tentou se defender de uma jogada em que a bola foi em sua direção. E pareceu ter chutado o jogador do Murici. O técnico do ASA se desculpou à equipe do Murici.


 


“A bola estava na minha área técnica e o ele (o jogador) não sei se intencionalmente chutou a bola, que veio na minha direção e eu tentei me defender e não foi a atitude mais correta, mas já me desculpei ao Murici”, disse.


 


Futebol é resultado



 


Em entrevista após o jogo, Léo Goiano lamentou a derrota e disse que futebol se resume em resultado. Criticou a arbitragem: “extremamente tendenciosa”.


 


“Nós perdemos com uma equipe que lutou e o Murici fez por merecer. Foi competente nos pênaltis e, infelizmente, não conseguimos converter as penalidades”, reconheceu Léo Goiano.


 


O técnico disse, ainda, que por mais que tenha feito um grande trabalho, a sensação é a de que poderia ter feito ainda melhor.


 


“Fica a sensação do dever não cumprido”, afirmou Léo Goiano por não ter conseguido a vaga à Copa do Brasil.


 


Passagem pelo ASA


 


Léo Goiano afirmou que em sua passagem pelo ASA esperava ter levado o time mais longe e agradeceu a todos pela confiança depositada nele.


 


“Não conseguimos. Gostaríamos muito de ter deixado esta conquista, mas não foi possível porque o adversário foi muito competente. Mas, trabalhamos muito para chegar até aqui e as penalidades nos puniu”, frisou Léo Goiano.


Ele ressaltou que “o sabor da decepção, neste momento, é grande, mas a gente espera que tenha uma outra oportunidade e que a gente possa pensar em voltar e poder conquistar objetivos grandiosos dentro do ASA de Arapiraca".


Fotos: Assessoria/ASA


Facebook Twitter Google Plus Todos os direitos reservados © 2020