HOME » NOTÍCIAS « VOLTAR
08/01/2020

Superou | De pênalti, Leandro Cearense faz 2 a 1 sobre o CSE e classifica o ASA para a semifinal do Alagoano

 


O gol de pênalti, no segundo tempo, marcado pelo atacante Leandro Cearense, definiu o placar de 2 a 1 sobre o CSE e garantiu a classificação do ASA, no Estádio Juca Sampaio, em Palmeira dos Índios, para a semifinal do Campeonato Alagoano.


 


O ASA abriu o placar com gol do atacante Maranhão na primeira etapa da partida, na noite desta sexta-feira (31), sob marcação ferrenha do tricolor palmeirense, na 7ª Rodada do campeonato.


 


Já o CSE empatou com o ASA, depois de uma falta cometida dentro da pequena área. Everlan cobrou o pênalti e chutou a bola no canto direito para o fundo da rede sem chances para o goleiro alvinegro Deola, que foi para o canto esquerdo da trave.


 


O empate entre CEO e Murici favoreceu a equipe alvinegra, que teve a segunda vitória seguida e necessária para avançar no Campeonato Alagoano, depois de vencer, dentro de casa, o CSA.


 


Na tabela, o ASA vai jogar contra o CRB, na noite da próxima segunda-feira (3/8), às 21h, no Estádio Rei Pelé, em Maceió.


 


Faltas, cartões e um jogador a menos



 


O jogo entre ASA e CSE foi marcado por faltas, cartões amarelos e um jogador a menos para o ASA, que perdeu no primeiro tempo o meia Eberson.


 


Com o resultado no placar de 2 a 1, o ASA fica na quarta colocação da tabela e soma 10 pontos no estadual.


 


O técnico Léo Goiano reconheceu que o jogo foi difícil, mas esperava que não seria fácil, uma vez que o elenco do CSE estava descansado e com possibilidades de classificação também.


 


“Um grupo de atletas brilhantes que se recusava a se render, mas fomos até o final e vencemos um jogo duríssimo. Perdemos um atleta com 20 minutos do primeiro tempo, mas a cota de sacrifício que eles deixaram dentro de campo é algo que vai ficar marcado na memória dos torcedores do ASA”, destacou Léo Goiano.


 


O técnico do ASA afirmou que o novo elenco veio com a intenção de marcar uma história no Gigante de Alagoas e que está sendo brilhante trabalhar com esse grupo.


 


“Desde o primeiro dia que procurava passar e instaurar uma mentalidade vencedora e hoje nós estamos sendo coroados com a classificação para a semifinal”, declarou Léo Goiano, reconhecendo a grandeza em campo do atacante Maranhão.


 


Para o goleiro Deola, a honra de buscar defesas inacreditáveis se deve a Deus. Ele reconhece que o jogo foi duro, mas que o ASA está mostrando que é forte e quer seguir para a próxima fase do Alagoano.


 


“Suportamos o ataque maciço deles, mas estamos mostrando o qual forte a gente quer ser e podemos ser e o trabalho do Léo (Goiano) nos permite sonhar de ter condições de avançar muito mais nesta competição”, reconheceu Deola.


 


Já o autor do segundo gol do ASA com dois gols em duas partidas, o atacante Leandro Cearense também reconheceu que o jogo foi difícil.


 


“Superamos as dificuldades e a oportunidade de pênalti é tudo que o atacante quer, que o nove quer e, graças a Deus, fui feliz ali de botar a bola num canto e o goleiro no outro e mais feliz pela vitória e pela classificação”, disse o atacante.


 


Leandro Cearense frisou que o ASA ficará na história de atleta dele, mas que não conquistou nada ainda.


 


“O que eu quero é chegar na semifinal, chegar na final e conseguir o título que não é nada impossível”, considerou o atacante alvinegro, que dedicou o gol de pênalti ao filho.



 


 Fotos: Assessoria/ASA


 


 


 


Facebook Twitter Google Plus Todos os direitos reservados © 2020